Nosso ultimo encontro do ano 2012

Este slideshow necessita de JavaScript.

A dinâmica inicial foi a do espelho. Colocamos um espelho dentro de uma caixa de madeira e falamos que dentro tinha a foto de uma colega da turma. Que como era o ultimo encontro  a ideia era fazer uma avaliação..

A cada jovem que pegava a caixa ao abrir, uma cara de surpresa, assim os jovens aconteceu a autoavaliação de participação, falada na terceira pessoa:

– “Essa pessoa aprendeu muito aqui nesse espaço”

– “ Hoje essa pessoa,  é uma pessoa melhor na vida”

– “Aprendeu muito, a respeitar a opinião das outras pessoas”

– “Aprendeu a debater, falar e garantir a fala do outro”

-“ Essa pessoa quer ter a oportunidade de participar mais, está mais presente”

– “ Essa pessoa hoje tem um dialogo mais aberto, respeitoso e compreensivo”

– “Apesar das diferenças, dos diferentes caminhos, a formação transformou essa pessoa em ser humana melhor, mais cuidadosa. E Hoje  tem objetivo, sonho e metas compartilhada com missão igual a todos aqui”

-“ apesar das ausência, pouca participação esse espaço foi especial, mudou rumo dessa pessoa”

-Essa pessoa descobriu um universo a sua volta, alias conseguiu enxergar. E é mágico! “A Viração é especial, é muita emoção pensar em tudo que aconteceu aqui….Não consigo nem falar”

– “Essa pessoa é doente das idéias, pensa muito e esse espaço é louco permite a essa pessoa à fala, isso é o mais legal, diversidades”

– Todas as pessoas da AJN deixaram marcas nessa pessoa para vida toda.

– Essa “pessoa, conheceu melhor a cidade, aprendeu a circula, antes ela nem colocava o é na esquina de casa”

– “Essa pessoa ganhou vários amigos especiais”

– “Essa pessoa aprendeu a construir opiniões coletivas, a fazer junto”

Após dinâmica da autoavaliação no grupo, a Educomunicadora Elis dividiu o grupo em três sub grupos para uma avaliação coletiva com seguintes questões:

 

1. O que vocês entendem por educomunicação?

– è aprender na pratica, diferente daa escola…e esse formato é mais eficaz e atrativo.

 

2. De que forma você aprendem aqui?

– Respeitando, recriando, enxergando  o outro mundo que acontece aqui (esse mundo se refere as relações como acontece no espaço, solidário, de respeito, igualdade, simplicidade, espaço para imaginação, para diferentes culturas, aprendizagem coletiva, liberdade e experiências) – O grupo, fez uma cartaz com essas palavras gigantes…

 

3. Teve alguma que a Formação de AJN  ajudou nas aulas da escola?

– Fotografia, Cotas e Direitos Humanos, não só ajudou na escola mais em provas de seleções, por que a oportunidade de discutir os mais diferentes temas de forma aberta faz ter um bom argumento.

 

4. Teve alguma formação que ajudou na sua comunidade, seu grupo ou organização?

– Formação de Direitos Humanos, tem muita violação de direitos que não era percebido antes, muito preconceito.

5. Qual é a importância da comunicação pra vocês?

–  carro chefe do pensamento, poder expressar para outro o que ta na sua cabeça, duas idéias, vontade, desejo é muito importante.

 

6. Qual momento vocês acharam mais importante AJN?

Todos os momentos, pois todos os momentos fomos nos que fizemos com vocês, todos os momentos a gente foi nós mesmo.

 

 

7. Como vocês se sentiram nas atividades de educação entre pares (multiplicação)?

 

– A vontade em todos os sentidos… Tem uma linguagem mais próxima, divertida.

8.  Quais das ferramentas de comunicação vocês mais gostaram de aprender a fazer? Por quê?

– Foto, vídeo, reportagem, radio…a oportunidade de fazer coberturas de eventos foi muito legal,  vocês são lindos, ampliaram nossos conhecimentos

– Qual foi a maior mudança que você sentiu em você desde que começou a AJN?

 

– Novas visões sobre o mundo, novo jeito de lidar com as pessoas…lições que vamos levar para vida toda.

Deixe um comentário

Arquivado em Educação entre Pares

Cobertura Mostra VAI

Deixe um comentário

Arquivado em Coberturas, Eventos

Arte e poesia na garrafa

Por Stephanie Modesto e Elisangela Cordeiro, jovens comunicadoras da Agência Jovem de Notícias (SP)

AteliePopulArte, projeto fomentado pelo programa Vai é um grupo de artistas do bairro do Capão Redondo, que tem como objetivo o incentivar a cultura e estimular a arte em pessoas de qualquer idade.

A proposta das oficinas com a população é trocar técnicas entre artistas e proporcionar momentos de reflexão e vivências na arte, extrapolando conceitos no processo de apropriação dos instrumentos reutilizados.

O coletivo está com exposição de garrafas coloridas que convida o público da Mostra VAI 2012 a escrever poesias que serão compartilhadas no final do encontro com todos os presentes.

Confira a poesia que Elisangela Cordeiro, educomunicadora e idealizadora do projeto Pira na Notícia, fez e deixou em uma das garrafas.

garrafas

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Bonecão de rua agita tarde da Mostra VAI 2012, em SP

Criação é do projeto Cordão Folclórico de Itaquera, que realiza oficinas de música, dança e reciclagem em comunidades da zona leste

Da Agência Jovem de Notícias, em São Paulo (SP) / Imagem de Rodrigo Santos, adolescente comunicador

Um dos grupos a se apresentar na tarde deste sábado, 8, durante a Mostra VAI é o Cordão Folclórico de Itaquera Sucatas Ambulantes, que colou o público do evento para cantar e dançar ao lado de um bonecão de quase dois metros e meio.

Rodrigo Santos, da AJN

O grandalhão, feito de papelão, pedaços de chita e outros materiais recicláveis, circula por muitos pontos nas comunidades da zona leste de São Paulo e faz parte de uma das iniciativas desenvolvidas há cinco anos pelo Cordão Folclórico. O projeto oferece oficinas de música, dança e artesanato (com materiais reciclados) para crianças, jovens e até idosos, como conta uma das coordenadoras do coletivo, Camila Antonelli.

Algumas das canções são de autoria própria do grupo, outras fazem parte do repertório de cantigas populares. A galera do Cordão participa do VAI há dois anos.

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Batucada na avenida São João, em SP, inicia atividades da Mostra VAI 2012

Integrantes do projeto São Pave chamam a atenção dos frequentadores do centro da cidade com repiques, tamborins e chocalhos

Por Agência Jovem de Notícias, em São Paulo (SP) / Imagem de Luana Viegas, jovem comunicadora

Na tarde deste sábado, 8, os projetos contemplados pelo Programa de Valorização de Iniciativas Culturais (VAI) realizam apresentações culturais na Galeria Olido, no centro de São Paulo (SP), para celebrar as atividades de 2012.

A abertura do encontro ficou por conta do projeto São Pave, do Itaim Paulista, que participa do VAI há dois anos e tem por objetivo levar a cultura brasileira às comunidades por meio da música. O grupo fez um pequeno cortejo pela avenida São João, onde está localizado o espaço do encontro.

Com um formato aberto, o encontro terá apresentação dos grupos juvenis das mais diversas linguagens, como teatro, shows e danças, além de lançamentos de revistas, livros e DVDs. A proposta é compartilhar as produções e experiências realizadas neste ano.

O grupo Pira na Notícia,  que ganhou pela segunda vez o VAI e participa da Agência Jovem de Notícias está presente neste encontro e realiza ao logo de todo o dia a cobertura jovem. Acompanhe por aqui e pelas nossas redes sociais (Twitter e Facebook).

Deixe um comentário

Arquivado em Coberturas, Eventos