Arquivo da tag: Programa VAI

Cobertura Mostra VAI

Deixe um comentário

Arquivado em Coberturas, Eventos

Batucada na avenida São João, em SP, inicia atividades da Mostra VAI 2012

Integrantes do projeto São Pave chamam a atenção dos frequentadores do centro da cidade com repiques, tamborins e chocalhos

Por Agência Jovem de Notícias, em São Paulo (SP) / Imagem de Luana Viegas, jovem comunicadora

Na tarde deste sábado, 8, os projetos contemplados pelo Programa de Valorização de Iniciativas Culturais (VAI) realizam apresentações culturais na Galeria Olido, no centro de São Paulo (SP), para celebrar as atividades de 2012.

A abertura do encontro ficou por conta do projeto São Pave, do Itaim Paulista, que participa do VAI há dois anos e tem por objetivo levar a cultura brasileira às comunidades por meio da música. O grupo fez um pequeno cortejo pela avenida São João, onde está localizado o espaço do encontro.

Com um formato aberto, o encontro terá apresentação dos grupos juvenis das mais diversas linguagens, como teatro, shows e danças, além de lançamentos de revistas, livros e DVDs. A proposta é compartilhar as produções e experiências realizadas neste ano.

O grupo Pira na Notícia,  que ganhou pela segunda vez o VAI e participa da Agência Jovem de Notícias está presente neste encontro e realiza ao logo de todo o dia a cobertura jovem. Acompanhe por aqui e pelas nossas redes sociais (Twitter e Facebook).

Deixe um comentário

Arquivado em Coberturas, Eventos

É da nossa conta! Trabalho Infantil e adolescente convida para audiência pública sobre Trabalho Infantil

Fundação Telefônica convida a sociedade para participar da audiência publica sobre trabalho infantil que encerrará a campanha colaborativa: É da nossa conta! Trabalho Infantil e adolescente.

Sobre a Campanha:

Nesta campanha a sociedade civil é chamada a se tornar multiplicadora , produzindo e compartilhando informações nas redes sociais abertas. Também contamos com a Rede Promenino Fundação Telefônica como fonte de conteúdo qualificado com informações, vídeos, notícias e redes sociais.

A campanha estará nas ruas de sete cidades do país, entre outubro e novembro de 2012, para conversar com as pessoas e estimular que todos participem desta grande mobilização.

A audiência será dia 10 de dezembro, segunda feira.

Horário: 15hs às 18hs.

Endereço: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
Auditório Franco Montoro
Avenida Pedro Álvares Cabral, nº 201 – Ibirapuera.

Mais informações:
11 3886 6088 / 11 97633 9760
Confirme presença pelo email: lilian@viracao.org

Deixe um comentário

Arquivado em Coberturas, Eventos

1° Encontro Cinema e Escola

Fruto de parceria entre a Cinemateca Brasileira e a Escola Carlitos, o 1° ENCONTRO CINEMA E ESCOLA reunirá, entre os dias 13 e 16 de setembro, profissionais brasileiros e estrangeiros, educadores e cineastas, para uma série de debates sobre a presença do cinema nas escolas.

O objetivo do encontro é discutir as formas de contato com a Sétima Arte na sala de aula e a necessidade de criação de uma

cultura cinematográfica ao longo da formação escolar. Em sua primeira edição, o evento traz para o centro das reflexões as experiências do Serviço Pedagógico da Cinemateca Francesa e seu laboratório O cinema, cem anos de juventude, criado em 1996 e cujo curador artístico é o professor e cineasta Alain Bergala, autor do livro A hipótese cinema: pequeno tratado de transmissão do cinema na escola e fora dela. Atualmente, cerca de 30 escolas da França, Espanha, Portugal, Inglaterra, Alemanha, Itália e Brasil participam do projeto.

Este ano, o 1° ENCONTRO CINEMA E ESCOLA também abre espaço para a discussão dos trabalhos realizados pela associação portuguesa Os filhos de Lumière, que há 12 anos realiza importantes experiências de iniciação ao cinema em Portugal e integra o laboratório experimental francês desde 2006. Para mostrar os resultados destes trabalhos, cuja temática proposta por Alain Bergala para o ano escolar 2011/2012 foi A parte do real na ficção, serão exibidos curtas-metragens recentemente produzidos por alunos desses países.

A programação de filmes do 1° ENCONTRO CINEMA E ESCOLA ainda inclui a apresentação de dois longas-metragens de referência para a discussão do tema proposto – O pequeno fugitivo, de Morris Engel e Ray Ashley, considerado pelos historiadores um elo entre o neorrealismo italiano e a nouvelle vague francesa, e O grande momento, de Roberto Santos, clássico do cinema paulista estrelado por Gianfrancesco Guarnieri. Inserida no contexto das comemorações do Ano de Portugal no Brasil, uma pequena mostra de filmes portugueses, com curadoria de José Manuel Costa, subdiretor da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, também será apresentada. A seleção reúne obras dos cineastas Manoel de Oliveira e Paulo Rocha.

Mais informações em: http://www.cinemateca.gov.br/programacao.php?id=253

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos

Cultura Tradicional no VAI

Fotos: Renato Adriano
Aqui, da esquina alguma coisa acontece em meu-seu coração. Nos cruzamentos e atravessamentos das pontes sul-norte/leste-oeste, nos concentramos e sintetizamos frenêsi e fazendo das artes-tradições nosso instrumento de re-existir.
Dos bonecos de Olinda à cultura hip-hop, São Paulo se faz cenário para nossa rede e caldeirão da diversidade.
Cultura: o culto, o cultivo. O Humus: a terra. Nós humanos, seres terra. Imiscuidos nesta selva de pedra, concretos e verticalizações os grupos de cultura tradicional, contemplados pelo VAI, buscam cavar fundo e encontrar raízes.
A “Arte horta” convida a comunidade do Recanto dos Humildes a se apropriar de seus espaços: quintais e paredes para brincar-pintar “fazer girar, quem quer girar”.
Levados pela roda e pela ginga o “Crianças Raízes” evoca a dança, música e capoeira, herança de nossos mestres. Nas pontes travessias, lá do outro lado o coletivo “Batuque Arte” chama a comunidade para se reinserir e resgatar o laço afroancestral sendo norte, sendo sul.
Vamos construindo e partilhando o saber ancestral, herança genética: é no pulsar dos tambores que o som é benção e tradição. Ebi Ka Ifé reconta a história do quilombola de Perus. Para saber para onde seguir, é preciso olhar para traz e lembrar de onde viemos.
A palavra, nosso substantivo comum e feminino, fruto de manifesto e intervenção poética do “Coletivo Esperança Garcia”. A história, o conto; Que imagem é essa que o tempo nos imprime e o sistema oprime? Mergulhados no emaranhado e complexidade que nos faz humanos-paulistanos…permanecemos.

A travessia do solo África ao solo Brasil descortina e traz a memória dos cabelos, da pele, Tecendo e Trançando Arte. Em Itaquera,  o grupo Sucatas Ambulantes contrói os ritmos e cores dos bonecões  de Olinda. Subimos o morro e encontramos o Maranhão, cores e sabores do grupo Cupuaçu. É na praça, terreiro de morte e renascimento do Boi que os artistas jovens-multiplicadores oficinam a dança e a tradição.

Desde que o Samba é Sampa partilha um estudo-reflexão sobre as rodas de samba em SP.

Panamérica de Áfricas Utópicas do mundo, São Paulo novo possível terreiro eletrônico, em seus becos e vilas: o nascer de coletivos que se fazem e refazem no ritmo-poesia, na ginga, nos batuques e nas cores.

A velha São Paulo, sendo revista por seus jovens reflexos de nossa complexidade. Neste mosáico recriamos e cocriamos seus espaços, nos colocamos atores neste tempo que nos convoca a viver e compreender quem somos.

Maitê Freitas- Relatora do GT Cultura Tradicional
São Paulo, 23 de Junho de 2012
ENCONTRO DE GRUPOS – VAI 2012

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos